Conecte com a gente

Negócios

São Paulo Boat Show 2019 acontece em setembro

Publicado

em

De 19 a 24 de setembro, São Paulo será a capital náutica da América Latina com a 22ª edição do São Paulo Boat Show. O evento será realizado no Centro de Convenções São Paulo Expo e proporcionará aos visitantes a chance de conhecer de perto os principais lançamentos do setor – como iates, lanchas, motos aquáticas, infláveis, caiaques, motores e equipamentos.

Com 8500 quilômetros de costa atlântica navegável e mais de 45 mil quilômetros de rios, baías e lagos, o Brasil é um dos maiores mercados náuticos do mundo e atrai a atenção das principais marcas internacionais. Por isso, o evento espera superar 30 mil visitantes e a marca de 250 embarcações comercializadas da edição anterior que juntas somaram valor aproximado de R$ 155 milhões.

Este ano, o São Paulo Boat Show reunirá todos os setores que ganham com o crescimento do mercado náutico, como o Turismo e os Esportes Aquáticos. Paralelo ao evento acontecerá o Padi Dive Festival que tem como objetivo principal promover e movimentar a indústria do mergulho recreativo, apresentando novidades, tendências, notícias, equipamentos, serviços e dicas a todos os visitantes e entusiastas. Segundo a Organização Mundial do Turismo, atualmente o Turismo de Mergulho é um dos segmentos que mais cresce no setor.

Na área do Festival, os visitantes de 8 a 80 anos vão poder experimentar gratuitamente como é mergulhar no Discover Scuba Diving. A iniciativa contará com instrutores e equipamentos gratuitos para os interessados. Além disso, o espaço contará com um Oceanário e a presença de ONGs de Proteção Ambiental. Haverá ainda palestra sobre os diversos aspectos do mergulho com especialistas sobre o tema. 

Assim, os visitantes também poderão conhecer as principais rotas turísticas para quem busca por uma aventura no mar ou por relaxamento na 2ª edição do Destinos Náuticos, que conta com a participação de representantes de diversas cidades e estados para apresentar os diferenciais e atrativos de cada um e assim, quem sabe, ajudar a resolver o itinerário das próximas férias.

Além disso, o mercado de turismo se reunirá para participar do 5º Congresso Internacional  Náutica, que contará com os principais especialistas do setor para tratar sobre as necessidades de infraestrutura náutica no Brasil. As palestras e discussões devem focar, sobretudo, nas novas demandas dos turistas e oportunidades de negócios que surgem com a necessidade por novos destinos, experiências e atividades.

O evento também abre espaço para o mercado de alto padrão no glamouroso Espaço dos Desejos, com os lançamentos dos produtos mais cobiçados do mercado do luxo: do relógio ao helicóptero.

Outra novidade será a Mostra Tesouros Náuticos, uma área reservada para a exposição de cerca de 20 embarcações clássicas – ente lanchas e veleiros – construídas em madeira e restauradas.

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Negócios

Placas solares contribuem para a redução da agressão à camada de ozônio

Publicado

em

O Dia Internacional para a Preservação da Camada de Ozônio é celebrado no dia 16 de setembro (segunda-feira), e foi criado com o intuito de conscientizar a população e os governos sobre a importância da preservação da camada de ozônio (O3), para garantir a estabilidade da vida na Terra. O gás tem a capacidade de proteger animais, plantas e seres humanos dos raios ultravioleta emitidos pelo sol.

A criação desta data foi instituída por iniciativa da Organização das Nações Unidas (ONU), em 1994, no qual os países envolvidos assumiram o compromisso de diminuir a produção de CFC’s (clorofluorcarbonetos) e outras substâncias. Os impactos ambientais podem destruir a camada de ozônio, e só através de atitudes favoráveis ao ambiente é possível evitar o desgaste desta barreira natural.

Equipamentos foram pensados para reduzir a utilização de combustíveis poluidores, substituindo-os por tecnologias capazes de captar a própria geração natural de energia, como é o caso dos raios solares e dos ventos, originando energia considerada limpa.

“A energia solar reduz a emissão de CO2 em comparação com outras fontes, o que auxilia na redução da poluição do ar e do efeito estufa, contribuindo para a redução da agressão à camada de ozônio”, explica Lucas Daltro, engenheiro elétrico e sócio-diretor da Azulare Engenharia, empresa especializada na aplicação de placas de geração de energia solar.

Considerado um dos países com maior irradiação solar do mundo, o Brasil possui um enorme potencial para este tipo de investimento. A região mais ensolarada da Alemanha, um dos líderes globais na utilização de energia solar, recebe um índice de radiação solar 40% menor que o índice da região menos ensolarada do Brasil.

Segundo o Atlas Brasileiro de Energia Solar, diariamente incide entre 4.444 Wh/m² (região Sul) a 5.483 Wh/m² (região Nordeste) no Brasil. Considerando a alta irradiação solar do Brasil, o potencial de geração de energia através da fonte solar é bastante promissor e deve ser incentivado por políticas públicas e facilidade de acesso a crédito.

Vantagens

Geração de energia completamente silenciosa e de fonte limpa, gratuita e inesgotável; proteção contra aumentos da tarifa de energia; programa IPTU Amarelo da Prefeitura de Salvador oferece desconto de até 10% para imóveis com geração de energia solar; valorização do imóvel em 6% (estudos da Universidade da Califórnia, EUA); vida útil mínima de 25 anos (garantia dos módulos fotovoltaicos) e contribuição para descarbonização do planeta são algumas das vantagens do uso da energia solar.

Conforme dados divulgados pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, no último ano, cada 1 kWh de energia elétrica gerada no Brasil pelas fontes tradicionais correspondeu à emissão de 0,74kg de CO2. A geração por fontes alternativas – como a solar – ajuda a mitigar esse impacto ambiental.

Uma residência equipada com um sistema fotovoltaico capaz de gerar 200 kwh/mês, por exemplo, pode reduzir cerca de 1,7 tonelada de CO2 na atmosfera em um ano, o que equivale ao plantio de 12 árvores por ano e a mais de 11 mil km rodados a bordo de um carro elétrico. Em 25 anos, tempo de garantia dos módulos fotovoltaicos, o volume de CO2 evitado pode alcançar cerca de 44 toneladas.

Atualmente, a taxa de retorno do investimento é acima de 30% ao ano e o sistema de energia solar se paga atualmente entre 3 e 4 anos, sendo mais atrativo que as aplicações mais seguras disponíveis no mercado financeiro. “Além de realizar projeto e instalação de sistemas de energia solar, a Azulare tem o compromisso ambiental de, para cada 1 kW de projeto implantado, doar duas mudas de árvores nativas à instituição parceira para preservação da Mata Atlântica”, diz Lucas Daltro.

Continue Lendo

Negócios

Muro no Horto Florestal ganha cores para anunciar lançamento da Gran com a Civil

Publicado

em

Um muro ganhou contornos e cores especiais na Avenida Santa Luzia, no Horto Florestal. O fundo azul começou a dar espaço a nuances de amarelos, laranjas e verdes que se transformaram em espécies da fauna e flora daquela região, que é cercada de natureza por todos os lados.

Um antiga árvore, que interrompia o caminho na calçada, foi objeto de gentileza urbana – para com a natureza e os seus moradores – por conta das Incorporadoras Gran e Civil. Doando parte do terreno, e refazendo o passeio inteiro, as duas empresas criaram um recuo em torno da árvore para possibilitar a passagem dos pedestres. O grafite do artista visual Éder Muniz já pode ser apreciado por quem circula pela região.

O muro esconde o próximo lançamento da Incorporadora Gran em parceria com a Civil. Com projeto avançado, o empreendimento imobiliário reforça ainda mais o alto padrão das construções das empresas..

Continue Lendo

Negócios

Guilherme Bellintani ministra palestra sobre gestão de projetos inovadores

Publicado

em

Um dos gestores do futebol brasileiro de maior prestígio na atualidade, Guilherme Bellintani, presidente do Esporte Clube Bahia, levará todo seu conhecimento em gestão moderna de projetos para o auditório da Faculdade Baiana de Direito, localizada no Costa Azul, no dia 11, a partir das 19h. 

Com o tema ‘LL.M. Em Direito Empresarial Convida: Gestão em Projetos Inovadores e o Papel do Advogado no Ambiente de Negócios’, o evento tem o objetivo de tratar das peculiaridades da gestão moderna e ressaltar o papel do advogado como um viabilizador de soluções no ambiente empresarial.

“O advogado de negócios mudou fundamentalmente o seu papel, passando a se tornar um parceiro estratégico do empreendedor e do gestor. Mais do que conhecer apenas as leis, ele precisa entender as missões e objetivos do seu cliente, se portando como um verdadeiro agente de viabilização”, afirma Ruy Andrade, professor de Direito Empresarial da Faculdade Baiana de Direito e organizador do evento. 

Os interessados deverão realizar a inscrição pelo email apoiopos@faculdadebaianadedireito.com.br, informando nome completo e telefone para contato. A sede da Faculdade Baiana de Direito fica na rua Dr. José Peroba, nº 123, Costa Azul. 

Continue Lendo

Mais lidas