Connect with us

Olá, o que você está procurando?

Literatura

Após sucesso de 2022, Bienal do Livro Bahia terá a estreia das gigantes Rocco e HarperCollins

Editoras apresentarão lançamentos, ações especiais e os principais títulos do catálogo

Bienal lotou o Centro de Convenções em 2022 - Foto | Divulgação

As editoras Rocco e HarperCollins Brasil confirmaram presença e farão suas estreias na Bienal do Livro Bahia 2024. O evento que acontece entre os dias 26 de abril e 1º de maio, no Centro de Convenções Salvador, é uma realização da GL events Exhibitions – divisão da multinacional francesa GL events e também organizadora da Bienal do Livro Rio. As editoras Cortez, Mostarda e Malê retornam ao evento e já reservaram seus espaços nos pavilhões da Bienal.

Duas das maiores editoras do mercado, Rocco e Harper Collins estão com grandes expectativas para a sua primeira vez no maior evento de Cultura e Literatura do Nordeste. Elas enxergam o potencial da Bienal do Livro Bahia enquanto negócio e a oportunidade de estarem próximas ao seu público, por isso, trarão diversos títulos, alguns deles inéditos, e vão ocupar cerca de 150 m² do Centro de Convenções Salvador.

A decisão da Rocco em ter um estande próprio na Bienal do Livro Bahia veio após os inúmeros pedidos nas redes sociais, depois do evento de 2022. A Bahia é um dos
estados que concentra a maior quantidade de seguidores e leitores da editora.
“Salvador é uma das maiores cidades do país, com público ávido, e já era mais do que hora de atender ao pedido dos nossos leitores na região e ter um estande próprio no evento. Além da oportunidade de venda, a Bienal é um momento único que traz a possibilidade de reforçar a relação que temos com os nossos fãs e leitores.”, diz o gerente comercial e de marketing da Rocco, Bruno Zolotar.

O público vai ter a oportunidade de adquirir obras em primeira mão na Bienal, como Filho do Tempo, quarto livro da série de A Descoberta das Bruxas; Pegando Fogo, o novo de Hannah Grace, autora de Quebrando o gelo; Ilha dos Deuses, da mesma autora de Aurora Ascende; e Ruído Fractal, de Christopher Paolini, autor da série épica Eragon. Além dos nacionais Um lugar para Coraline, do premiado Alexandre Rampazzo; e Olhos de Pixel, de Lucas Mota. O estande terá ainda diversas promoções, brindes, combos exclusivos e uma surpresa da série Harry Potter.

A HarperCollins Brasil está olhando para o Nordeste de uma forma muito especial e acredita que a região possui enorme potencial na formação de mais leitores.
“Queremos, cada vez mais, que a Harper esteja próxima dessas pessoas e que elas possam conhecer as nossas histórias, então é importante participar de grandes eventos do mercado e promover mais encontros por lá”, disse Leonora Monnerat, diretora executiva da editora.

De volta à Bienal

A Cortez volta à Bienal do Livro Bahia com 500 títulos do seu catálogo. Está marcado também o lançamento do livro infantil A leitura como chocolate, do autor Eraldo Miranda. A editora reconhece que o evento é de grande importância para o mercado nordestino.

“Iremos para a Bienal do Livro Bahia porque a Cortez, cujo dono e fundador, o saudoso José Xavier Cortez, era nordestino, e sempre soube da importância das feiras no Nordeste, especialmente a da Bahia, e da importância da leitura para essa região”, destaca Elaine Nunes, gerente comercial e de marketing da Cortez Editora.

Quem também estará presente novamente na Bienal do Livro Bahia 2024 são as
editoras Malê e Mostarda. Após o sucesso de 2022, elas esperam uma receptividade ainda maior por parte do público. Só a Mostarda deve trazer para o Centro de Convenções Salvador 130 títulos.

Com livros acessíveis, que incluem impressão em braile, e que representam os povos negro e originário, a Mostarda vê na Bienal da Bahia a oportunidade de testemunhar a repercussão das suas obras nos diversos públicos, desde as crianças até as pessoas da terceira idade, e promover o respeito e a valorização das diversidades étnico-raciais.

“Vemos a Bienal do Livro Bahia como um espaço democrático e diversificado, não
apenas para promover nossa marca e realizar vendas, mas também para fortalecer nossos propósitos fundamentais. Nosso compromisso inclui destacar a relevância de personagens negras e indígenas para a história do Brasil e do mundo. Almejamos ampliar a autoestima, a sensação de pertencimento e o reconhecimento da identidade negra”, disse Juliana Cerdeira, gerente comercial da Mostarda.

Já a Malê pretende levar cerca de 110 títulos e lançar, pelo menos, 10 livros de autores baianos e de outros estados. A editora tem uma forte relação com os escritores da Bahia e a Bienal exerce um papel fundamental no fortalecimento destes laços.

A expectativa é que o evento se consolide no calendário das grandes bienais literárias do Brasil. “A Bienal do Livro Bahia fortalece o mercado editorial no Nordeste e contribui significativamente para a formação de leitores. A Malê esteve presente na retomada do evento, em 2022, e desejamos que ele nunca mais deixe de acontecer e que estejamos presentes em todas as futuras edições”, afirmou o editor Francisco Jorge.

Leia mais

Gente

Evento norte-americano de cirurgia robótica será realizado de 22 a 24 de fevereiro

Cinema

Em crise financeira, Enzo Ferrari (Adam Driver) passa por dificuldades também na vida pessoal, tendo perdido recentemente o filho com Laura (Penélope Cruz). Mas...

Gastronomia

Speakeasy em Salvador concorre a Cocktail Maestros, de Havana Club

Música

Para quem já está com saudade da folia, o Carnavalito 2024 vai trazer uma grande novidade. A quarta edição do evento, que agita a...

Gastronomia

Uma das mais tradicionais vinícolas italianas, Beni di Batasiolo, apresenta suas joias enológicas ao Brasil. Fundada em 1978, ela traz maestria na produção de...

Viagem

Tivoli Ecoresort Praia do Forte eleva o conceito de hospedagem com suas exclusivas Pool Villas em uma jornada única em meio à natureza e...

Moda

Manifestar. Muito além do que se vê, a Colcci veio para expressar ideias, explorar detalhes e inspirar tendências. E nesta nova coleção de outono...

Moda

A PUMA e CHEETOS lançam no Brasil o Scoot Zeros x CHEETOS, um tênis especial criado para o novato da NBA Scoot Henderson, como...