Connect with us

Olá, o que você está procurando?

Saúde

Desvio de septo: quando é necessário fazer cirurgia?

Otorrinolaringologista, especialista em rinoplastia e cirurgia da face, Gabriel Bijos, explica que existem duas abordagens para o tratamento

Foto | Divulgação

De acordo com dados da Academia Brasileira de Rinologia (ABR), cerca de 20% dos brasileiros têm desvio de septo nasal. Esta condição ocorre quando a parede que separa as duas narinas não está devidamente centrada no nariz, o que pode resultar em problemas e desconfortos para algumas pessoas.

Segundo o otorrinolaringologista, especialista em rinoplastia e cirurgia da face, Gabriel Bijos, a descentralização do septo pode ser causada por diferentes motivos. “Pode ser decorrente de distúrbio congênito; manifestação natural durante a infância ao longo do desenvolvimento dos ossos da face; consequência de processos inflamatórios; infecções; alergias; ou traumatismos”. informa.

Geralmente, o desvio de septo é um distúrbio assintomático, se não houver nenhum quadro de obstrução nasal ocasionado pela sua descentralização. Logo, os sintomas variam conforme a gravidade da condição. “Os sinais mais comuns do problema se estendem a: respiração pelo nariz desafiadora (sendo substituída pela respiração pela boca); obstrução de uma ou de ambas as narinas (algo frequente); dificuldade para dormir; retenção de secreções; dores de cabeça; dor facial; quadros de sinusite de repetição; sangramentos; apneia do sono; e ronco”, explica Gabriel.

Como tratar

Segundo o especialista, nem sempre a cirurgia será necessária. Quando o desvio de septo não possui um grau acentuado, costuma ser indicado o tratamento direcionado aos sintomas do problema. “Quem tem o desvio considerado leve, em que a obstrução nasal é mínima ou imperceptível, são indicadas abordagens medicamentosas para melhorar os sintomas, como corticoides intranasais e anti-histamínicos”.

O procedimento de correção, conhecido como septoplastia, é necessário para pacientes que tem a respiração nasal comprometida pelos sintomas, ou seja, quando há obstrução física. “Muitos pacientes optam pela cirurgia porque podem associar ao procedimento a correção de queixas estéticas e assim alterar contornos e proporções do nariz”, conta o cirurgião.

Leia mais

Salvador

Em sua primeira visita ao Brasil, a jornalista Kristin Braswell escreveu para a conceituada revista “Travel + Leisure”, especializada em viagens há mais de 80...

Música

O GG Léo Santana acaba de anunciar a abertura de vendas para a edição do PaGGodin – seu mais novo projeto de samba, que...

Cinema

Longa chega aos cinemas nesta quinta-feira

Música

Com shows de Luiz Caldas, Negra Cor e Herbert Richard, o evento Black Tie celebra os 72 anos do hotel e os 18 da...

Gente

Vini Figueira participou do primeiro encontro cozinhando no Florense Salvador

Cinema

No final da década de 60, em plena Guerra Fria, Estados Unidos e Rússia disputavam o espaço. Enquanto os russos mandaram o primeiro homem...

Gastronomia

As noites no Porto Seguro Praia Resort ganharam novas cores e sabores, com os Jantares Temáticos, que estão sendo servidos no Cabral 500, o...