Connect with us

Olá, o que você está procurando?

Streaming

 Adaptação de “O talentoso Ripley” estreia na Netflix nesta quinta-feira

Foto | Divulgação

Publicado pela Intrínseca, o best-seller O talentoso Ripley, de Patricia Highsmith, uma das mais importantes autoras de thrillers psicológicos de todos os tempos, ganha uma nova adaptação audiovisual nesta quinta-feira (04/04), com a estreia de Ripley na Netflix.

Baseada na obra vencedora do Grand Prix de Littérature Policière e indicada ao prêmio Edgar Allan Poe de Melhor Romance, a minissérie é escrita, dirigida e produzida pelo vencedor do Oscar Steven Zaillian (A Lista de Schindler). Nesta nova versão, o britânico Andrew Scott, conhecido por seus trabalhos em Fleabag e Sherlock, dá vida ao personagem-título, um dos sociopatas mais carismáticos da literatura mundial. A obra de 1955 foi adaptada para o cinema em 1999 em um filme de mesmo nome, indicado a cinco Oscars e estrelado por Matt Damon e Jude Law. 

A história acompanha Tom Ripley, um charmoso vigarista tentando se estabelecer em Manhattan após fugir de seu lar disfuncional. Bom de lábia, exímio imitador e piadista, praticante de furtos e pequenos golpes, ele recebe a oportuna missão de ir à Itália para convencer Dickie Greenleaf, o filho de um rico industrial, a voltar para casa e assumir os negócios da família. Seduzido pelo estilo de vida refinado do playboy, Tom vê a relação de amizade entre os dois se complicar com a interferência de Marge, a típica boa menina americana, rica e apaixonada por Dickie. Ao perceber a rejeição do outrora amigo, ele dá vazão a seus desejos mais sombrios e rouba não só o dinheiro dele, mas também sua vida e sua personalidade.

Em 2021, ano do centenário de Patricia Highsmith, a Intrínseca lançou edições com projeto gráfico especial e novas traduções do livro e de sua continuação, Ripley subterrâneo. Admirada por expoentes da literatura brasileira como Rubem Fonseca e Caio Fernando Abreu, Highsmith tem influenciado gerações de escritores com o seu talento ao construir “heróis psicopatas”, expressão usada para tratar carinhosamente seus protagonistas.

Nascida em Fort Worth, Texas, em 1921, PATRICIA HIGHSMITH passou grande parte da vida adulta na Suíça e na França. Seu primeiro romance, Pacto sinistro, publicado em 1950, obteve grande sucesso comercial e virou filme, dirigido por Alfred Hitchcock. Autora de mais de vinte livros, é a criadora do personagem Tom Ripley, o sofisticado sociopata que estreou em O talentoso Ripley, de 1955, que, além de aparecer em outros quatro romances, figura em adaptações para o cinema e a televisão. Ao longo de sua carreira, Highsmith ganhou os prêmios Edgar Allan Poe, O. Henry Memorial, Le Grand Prix de Littérature Policière e o Award of the Crime Writer’s Association da Grã-Bretanha.

Leia mais

Música

Com shows de Luiz Caldas, Negra Cor e Herbert Richard, o evento Black Tie celebra os 72 anos do hotel e os 18 da...

Streaming

Mais uma daquelas continuações tardias de alguma propriedade intelectual célebre dos anos 80 e 90, a produção da Netflix Um Tira da Pesada 4: Axel...

Música

O som do cantor Belo vai tomar conta do Armazém Convention. Considerado um dos principais nomes da música brasileira e ícone do pagode romântico,...

Gente

A Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário da Bahia (ADEMI-BA) realizou a cerimônia do 27º Prêmio ADEMI-BA, a premiação mais longeva do...

Teatro

Espetáculo terá seis sessões em Salvador, em dois finais de semana

Beleza

A grande novidade na indústria da beleza é a chegada do blush em pó Soft Pinch ao Brasil, um produto que promete transformar a...

Gente

Lançamento bem-sucedido marca um capítulo importante na carreira da escritora