Conecte com a gente

Decoração

CASACOR Bahia Verão 2020 estreia unindo luxo, design e exclusividade na Ilha dos Frades

Publicado

em

Bahia Experience. Esse é o conceito que inspirou o novo projeto desenvolvido pelos empresários Carlos e Jussara Amorim para o Verão 2020. Assim nasce a CASACOR Bahia Verão, um evento exclusivo, com a assinatura da maior mostra de arquitetura, design de interiores e paisagismo das Américas, que acontecerá em três edições para convidados exclusivos na estação mais bonita do ano.

O local de estréia não poderia ter sido melhor: a estonteante Ilha dos Frades e o complexo de lazer do Cerimonial Loreto foram transformados num espaço para curtir o lifestyle de verão que une arquitetura, decoração, arte, design e lazer.

Fotos: Gabriel Alencar

“A CASACOR Bahia Verão 2020 é uma aposta na força da marca que é sinônimo de qualidade e luxo. Queremos reunir convidados para desfrutar a programação exclusiva oferecida pelos nossos patrocinadores com o visual espetacular da Ilha dos Frades. Vamos celebrar o verão baiano no melhor estilo CASACOR”, explica Carlos Amorim, diretor da mostra na Bahia.

A experiência dos convidados começa no Fera Palace Hotel, em Salvador, com o embarque nas vans ITMOV em direção a Madre de Deus, onde é feito o traslado marítimo para Ilha dos Frades. Quem preferir pode seguir diretamente da Bahia Marina com traslado próprio.

Na chegada, quatro ambientes assinados por talentos da arquitetura local poderão ser conhecidos:

a)      Lounge das Carlotas – espaço assinado pelos arquitetos Carol Gaspar e Cauã Witzke que mescla móveis e objetos das Lojas Breton e Saccaro, além de peças da Alban Galeria de Arte;

b)     Recanto das Goiabeiras – espaço assinado pela arquiteta Tatiana Campos Melo com móveis e objetos da loja CASA 245;

c)      Casarão do Barão de Loreto e Restaurante das Mangueiras – dois espaços assinados pelo arquiteto Wesley Lemos, onde móveis e peças da loja Breton e da Alban Galeria de Arte são misturados à decoração original.

Além dos espaços assinados pelos arquitetos, os convidados poderão aproveitar as ativações de marcas parceiras e as delícias preparadas por Angelucci Figueiredo, chef do restaurante da Preta.

O evento acontecerá durante o mês de fevereiro, sempre às terças-feiras, nos dias 04, 11 e 18. Em cada edição, cerca de 50 convidados especiais vão aproveitar a experiência única de um dia de verão na Bahia.

A CASACOR Bahia Verão 2020 tem patrocínio da Breton, Saccaro, ITMOV, Salvador Shopping e apoio da Fundação Bahia VIVA e Alban Galeria de Arte.

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Decoração

Móveis da Casa 245 se destacam no ambiente de Tatiana Melo na Casacor Verão Bahia

Publicado

em

Os móveis da Casa 245, loja de móveis da empresária Lívia de Figueiredo, estão marcando presença no Lounge assinado pela arquiteta Tatiana Melo na CasaCor Verão Bahia, um dos principais ambientes da mostra que ocorre durante o mês de fevereiro, na Ilha dos Frades.

Uma curadoria precisa de Tatiana elegeu um mobiliário baixo, leve e que traz transparência para o Lounge, de modo a harmonizar com o entorno insular e proporcionar o máximo de conforto: “O paisagismo também participou da construção do espaço, além de investirmos no projeto luminotécnico, fazendo com que os tecidos, as texturas e a iluminação sejam aconchegantes”, nos disse.

Além disso, o Lounge também se destaca pela presença de obras de arte como um painel de Jenner Augusto e esculturas de Mário Cravo, proporcionando uma correspondência integral com o mobiliário contemporâneo da Casa 245.

Continue Lendo

Decoração

Móveis da Breton são destaque na mostra CasaCor Verão Bahia

Publicado

em

Os móveis da Breton, loja localizada no Caminho das Árvores, em Salvador, estão participando com destaque da mostra CasaCor Verão Bahia, que acontece na Ilha dos Frades, durante o mês de fevereiro. Reconhecida pelo design único e produção personalizada do mobiliário, a Breton marca presença em ambientes como os de Wesley Lemos e do escritório GWArquitetos, comandado por Carol Gaspar e Cauã Witzke.

“É importante para a Breton a participação em eventos conceituais, como esse, fazendo uma parceria fantástica com profissionais que têm seu trabalho reconhecido na Bahia. Abraçamos mostras como essa, porque eles elevam ainda mais o nível de visibilidade da marca no segmento de arquitetura e decoração”, diz Márcio Sobral, gerente da Breton Salvador. 

Carol, uma das responsáveis pelo Lounge das Carlotas, um dos principais espaços da mostra, destacou o conforto e praticidade do mobiliário, que pode ser usado tanto na parte interna quanto na externa da ambientação praia chic que ela deu ao espaço: “Fizemos uma composição tradicional, conjugando sofá e poltrona para criar um Lounge bem receptivo, com a cara da Bahia. E para isso o mobiliário – prático de limpar e totalmente confortável, com tecidos como o linho, que não aquecem, é fundamental.”

Os móveis da Breton também se destacam na composição com uma paleta de cores planejada – entre o mostarda e o terracota, além de criarem uma justa posição harmônica com obras de arte como as das pintoras Maria Lynch e Célia Euvaldo.

Continue Lendo

Decoração

Jardim vertical: tendência sustentável que domina o mundo da decoração

Publicado

em

A vida urbana é intensa e muitas vezes cinza. O verde tão característico do nosso país deu lugar aos arranha-céus, além de muito, mas muito concreto por todos os lados.

Então, para tentar driblar este comportamento tão cosmopolita, o escritório THREE Arquitetura, comandado por Edilza Suzart e Filipe Cady, explica sobre a forte tendência no paisagismo mundial através da presença dos jardins verticais, conhecidas como “paredes verdes”, que estão presentes em diversos países e já provaram que não estão apenas de passagem, mas que vieram para ficar, projetadas com o intuito de encontrar maneiras de aproximar a natureza ao cotidiano do mundo urbano.

Os jardins verticais melhoram a estética da cidade e encantam aos olhos de todos que têm o prazer de admirá-los. Mas suas principais funções são muito mais nobres, pois contribuem para a qualidade de vida no planeta, já que ajudam na redução dos poluentes do entorno, aumentam a umidade do ar e colaboram até na reciclagem de alguns gases tóxicos, entre tantos outros benefícios.

A vida agitada faz com que as pessoas tenham o desejo de ter áreas verdes cada vez mais próximas delas, pois isso acalma e traz leveza para o ambiente. Antigamente, somente quem morava em casas grandes tinha jardim e o mesmo era cuidado por um jardineiro ou outra pessoa encarregada por isso, fazendo com que ele ficasse distante das pessoas.

Atualmente, esse conceito não existe mais, pois, os jardins verticais são a nova tendência de decoração para casas e apartamentos e não precisa de um profissional para cuidar. Eles são formados por uma estrutura onde se aplicam de diferentes maneiras, infinitas possibilidades de combinações de plantas, fixados em muros ou suspensos por suportes instalados na vertical, criando assim painéis verdes com plantas diversas ou plantas em suportes espaçados, sem que haja separação entre elas.

De acordo com a arquiteta e paisagista Edilza Suzart, “cores, tipos de folhas, aromas, texturas entre outras características devem ser observadas para melhor aproveitamento do espaço. Os jardins verticais podem prolongar e aumentar a sensação de aconchego e leveza, e é ideal montar em pequenas áreas, porque ocupa apenas o espaço da parede, não tendo necessidade de ter um ambiente só para a criação de um jardim”.

Para atingir o objetivo de se sentir relaxada com um jardim vertical, é fundamental que a escolha das plantas seja feita de forma correta, para que haja a sintonia perfeita, por isso, o planejamento deve levar em consideração o porte dos vasos, a quantidade de substrato, a insolação e o microclima. O substrato é um fator a ser observado, pois ele garantirá o fornecimento de nutrientes e como consequência, um maior embelezamento das plantas.

Ele deve ser reaplicado periodicamente para garantir uma boa adubação. É também de suma importância que o sistema de drenagem esteja funcionando perfeitamente. Para garantir que tudo está correto, é necessário contar com a expertise de um paisagista profissional, que fará todo o tipo de trabalho, criando harmonia entre as plantas e o lar.

“Se o jardim vertical for de área ensolarada é importante prever um horário diário para a rega ou, se possível, considerar um sistema de irrigação que facilita a preservação das áreas verdes. Em áreas sombreadas, a necessidade de rega é menor e não compromete tanto a sua manutenção. De modo geral, as regas devem ser antes das 10h e após as 16h, mas nunca após o pôr do sol, para evitar o surgimento de fungos e bactérias”, afirma Suzart.

As plantas mais adequadas para áreas de sombra são a Samambaia, Asplênio, Peperômia, Chifre de Veado, Bromélias, Columéia, Singônio e as para áreas de sol pleno são Aspargo Pluma, Russelia, Lambari, Trapoeraba, Orégano, Barba de Serpente e Brilhantina.

Segundo o arquiteto Filipe Cady, “podemos dizer que não existe regras para fazer um jardim vertical e sim inspirações que podem ou não se encaixar dentro do seu ambiente. De maneira geral, claro, é preciso que as plantas escolhidas sejam dispostas de um modo que consigam sobreviver no ambiente verticalizado, com os cuidados corretos”.

Para fazer um jardim vertical você pode usar suportes como pallets, caixotes de feiras, pequenos vasinhos pendurados no teto ou então uma estrutura de ferro, do tipo treliça. Aí então, vai da sua criatividade dispor as plantas que deseja, fazendo uma verdadeira parede verde. Vale lembrar que cada plantinha possui características específicas.

“Antes de sair comprando mudas para o plantio, é importante ter um profissional ao lado para verificar o que o seu espaço em questão oferece para criar um ambiente perfeito para elas. As Samambaias e as Bromélias, por exemplo, precisam de pouca luz e vivem bem à sombra, diferente do Guaimbê, Aspargos e Russélias que precisam de muita luz”, afirma Cady.

O importante em se ter um jardim vertical é deixá-lo de forma mais natural possível, pois as flores vão mudando de acordo com as estações do ano.

Continue Lendo

Mais lidas