Conecte com a gente

Carnaval

Palhaços do Rio Vermelho celebra 10 anos de carnaval de rua em 2020

Publicado

em

Há 10 anos o Movimento Cultural Palhaços do Rio Vermelho consagra o espírito lúdico da infância, representado na figura mítica do Palhaço, assim como agrega e dá espaço para diversas manifestações de cultura popular do estado da Bahia. Com o objetivo de preservar o bairro boêmio, uma forma livre de brincar o pré-carnaval através da fantasia, da livre forma de se divertir, unindo amigos, família, crianças e adultos. O bloco sai no dia 08 de fevereiro (sábado) com concentração às 17h, na Quadra Esportiva na Rua da Paciência e saída às 19h.

Para o desfile de 2020, os Palhaços vão intensificar ainda mais a sua atuação, ampliando as intervenções artístico-cultural no bairro. O Movimento vai aproximar várias linguagens artísticas como artes plásticas, circenses e teatrais, através de ações que vão transformar o Rio Vermelho em um grande picadeiro cultural. O desfile ganha uma nova ala batizada do Rei da Coringada, que será acompanhada do grupo percussivo Toca Tambor.

Resgatando a fantasia, os desfiles das marchinhas dos antigos carnavais principalmente o Bando Anunciador do Carnaval, que existia no Rio Vermelho na década de 50/60, a manifestação compõe a diversidade e a preservação do bairro no verdadeiro pré-carnaval de cunho popular.

“A expectativa é bem grande, ano passado foi um público que a gente não imaginava e sempre vem aumentando. Um público que vem fantasiado, com grupos de amigos e família, é sempre prazeroso. O nosso objetivo sempre foi isso, é uma retomada desse carnaval do povo para o povo, sem amarras, sem cordas”, explica Ruy Santana, um dos fundadores do movimento.

Para Bruno Leal, produtor do projeto, o desfile deixou de ser alegórico. “Trata-se da manutenção das principais manifestações folclóricas e culturais de todo o estado da Bahia. Aos poucos nos tornamos visibilidade para que o interior seja percebido pela população da capital e dos turistas que por aqui estão. Próximo passo é fixarmos o dia do nosso desfile no calendário anual das festas populares do município e do estado. É irreversível!”, concluí.

Apresentação

Com um considerável público desfilando pelas ruas do bairro do Rio Vermelho, gratuito, sem cordas, muita fantasia e participação da comunidade do bairro, com a presença de crianças, jovens, adultos e idosos, turistas, artistas e baianos de todas as partes. O desfile dos Palhaços do Rio Vermelho é um tributo à diversidade, à paz e à alegria.

A concentração será às 17h, na Quadra Esportiva na Rua da Paciência, com maquiadores, pernas de pau, malabaristas, palhaços, baianas, grupos folclóricos e culturais que animam a população do bairro para o cortejo, que seguirá até a Rua Fonte do Boi, acompanhado pela Banda Marmelada, Grupo Folclórico Zambiapunga de Taperoá, Os Enlatados de Madre de Deus (Bloco da Latinha), Ala das Baianas, Bagunçaço dos Alagados, As Xicas, Pau de Fita (da Cia de Danças e Folguedos da Boca do Rio), Kió Grupo Siribeira do Sítio do Conde, Trupes de Palhaços, SSA – Som Soteropolitano Ambulante, entre outras manifestações. As alas serão identificadas com estandartes.

O desfile sai às 19h em direção as Ruas Odilon Gomes e Guedes Cabral, finalizando na Fonte do Boi.

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carnaval

Camarote Salvador reúne celebridades em clima de Carnaval no segundo dia

Publicado

em

Na noite desta sexta-feira (22), celebridades como Diplo, Giovanna Lancellotti, Pedro Scooby, Cris Vianna, Marina Moschen, Silva, Hugo Gloss, John Drops e Vivian Amorim curtiram o agito da segunda noite do Camarote Salvador.

Nas pick-ups, nomes como Jetlag Music, Pontifexx e DJ Scazuzo embalaram o Palco All Club, que conta com tecnologia de som imersivo produzida pela Sennheiser. Já no Palco Praia, promovendo a mistura de ritmos como axé e funk, o público se divertiu com shows de Léo Santana e Pedro Sampaio.

Fotos: Thiago Duran e Waldemir Filetti

Camarote Salvador – Sexta-feira

Continue Lendo

Carnaval

Shoppings têm horários especiais no Carnaval; confira

Publicado

em

Maior festa de rua do mundo, o Carnaval de Salvador irá mudar o horário de serviço de diversos shoppings da capital baiana, que irão realizar operação especiais durante o período. Confira as mudanças;

Shopping Itaigara – No sábado, 22, lojas e alimentação das 9h às 16h, Bompreço das 7h às 22h. Do domingo, 23, a terça, 25, lojas e alimentação não funcionam, Bompreço das 7h às 22h. Na quarta, 26, lojas e alimentação das 12h às 21h e Bompreço das 7h às 22h

Shopping Barra – Na quarta, 19, abre das 9h às 20h. Na quinta, 20, das 9h às 18h. Sexta, 21, e sábado, 22, as lojas funcionam das 9h às 15h e praça de alimentação das 9h às 19h. De domingo, 23, a terça, 25, apenas estarão funcionando a praça de alimentação, os restaurantes do Barra Gourmet, Madero as lojas Arranjo Express, Camarote Skol e Farmácias Pague Menos, das 12h às 19h Na quarta, 26, o centro de compras funciona das 12h às 22h.

Outlet Premium Salvador – De sábado, 22, a terça, 25, o centro de compras funciona das 11h às 19h, com a abertura de todas as lojas e praça de alimentação. Na quarta, 26, das 12h às 21h e na quinta, 27, das 9h às 21h.

Shopping da Bahia – Quinta, 20, e sexta, 21, e sábado, 22, o centro de compras funciona normalmente. No domingo, 23, as lojas, área de alimentação, cinema, das 12 às 20h. Segunda, 24, e terça, 25, funcionam as lojas âncoras, praça de alimentação e área de lazer das 12h às 21h. Já na quarta-feira, 26, funciona das 12h às 22h.

Shopping Bela Vista – Quintam, 20 e sexta, 21, funcionamento normalmente. No sábado, 22, das 9h às 20h e no domingo, 23, das 12h às 20h. Segunda, 24, e terça, 25, as lojas estarão fechadas e a praça de alimentação funciona de 12h às 20h. Na quarta, 26, funciona das 12h às 22h.

Salvador Shopping – No sábado, 22, as lojas abrem das 9h às 20h, praça de alimentação das 11h às 20h, Bompreço das 7h às 22h. Domingo, 23, lojas das 12h às 20h, praça de alimentação das 11h às 20h, Bompreço das 8h às 20h. Segunda, 24, e terça, 25, lojas das 12h às 21h, praça de alimentação das 12h às 21h, Bompreço das 7h às 22h (este último na terça, funciona das 8h às 21h). Na quarta, 26, o centro de compras funciona das 12h às 22h, Bompreço das 7h às 22h.

Salvador Norte Shopping – No sábado, 22, Hiper Bompreço das 8h às 22h, âncoras, megalojas e farmácias das 9h às 21h, demais lojas das 9h às 20h, praça de alimentação e lazer das 11h às 20h. Domingo, 23, Hiper Bompreço das 8h às 21h, âncoras, megalojas e farmácias das 12h às 21h, demais lojas das 12h às 20h, praça de alimentação e lazer das 12h às 20h.

Segunda, 24, e terça, 25, Hiper Bompreço das 8h às 22h, âncoras, megalojas e farmácias das 12h às 21h, praça de alimentação e lazer das 11h às 21h. Na quarta, 26, Hiper Bompreço das 8h às 22h, e o restante do shopping das 12h às 22h.

Continue Lendo

Carnaval

MudeideNome arrasta multidão no primeiro dia de folia

Publicado

em

O Movimento Musical MUDEideNOME foi a quinta atração a desfilar, no circuito  Dodô (Barra/Ondina), no primeiro dia oficial do “Carnaval dos Carnavais”. Pontualmente às 18h, Ricardo Chaves, Magary Lord, Ramon Cruz e Jonga Cunha já estavam na avenida, arrastando o folião pipoca, a bordo do pranchão – caminhão adaptado que aproximou os músicos do público, como se estivessem em um palco. 

Embalados por clássicos do axé como “Baianidade Nagô”, “Chame Gente”, “Jubiabá” e “Magia”, os foliões acompanharam todo o percurso, onde reviveram momentos que remetem aos antigos carnavais. Mas não faltaram no repertório, canções que marcaram a carreira de cada um dos integrantes, além das músicas “Oba” e “Mudei de Nome”, compostas especialmente por esta formação de veteranos do axé.

Durante o desfile, o cantor e compositor Ricardo Chaves destacou as comemorações dos 70 anos do trio elétrico. “Estamos comemorando os 70 anos do trio elétrico, da Fobica ao pranchão. Os trios estão cada vez mais altos e a nossa ideia ao criar o pranchão, foi para aproximar o artista do folião”, disse.

Com mais de quatro horas de show, o grupo mostrou vigor e experiência na maior festa de rua do planeta e o público em resposta, já no bairro de Ondina, final do circuito, presenteou os músicos cantando seus sucessos à capela, num clima de curtição e celebração.

Continue Lendo

Mais lidas