Conecte com a gente

Cinema

Crítica: “O Exterminador do Futuro: Destino Sombrio”

Publicado

em

Os dois primeiros filmes da franquia “O Exterminador do Futuro” marcaram época quando foram lançados, em 84 e 91. Nas tramas, máquinas do futuro voltavam ao passado para matar John Connor, que nasceria para se tornar o líder dos humanos na guerra contra as máquinas. Criada por James Cameron, a franquia ganhou três continuações fraquíssimas – sendo que, em uma, John Connor era o vilão -, sem a presença de seu criador.

“O Exterminador do Futuro: Destino Sombrio” teve a volta de Cameron e prometia ter tudo aquilo que faltou nas outras sequências. E, após os 120 minutos de projeção, vimos que o longa só ficou na promessa.

Nos primeiros cinco minutos da trama, a única que oficialmente é sequência direta de “O Exterminador do Futuro: Julgamento Final”, já começa praticamente apagando todos os anteriores, dando um reboot na série. E os efeitos especiais que rejuvenesceram John Connor (Edward Furlong), Sarah Connor (Linda Hamilton) e o exterminador (Arnold Schwarzenegger) impressionam.

Vamos então para a Cidade do México, onde a jovem e trabalhadora Daniela Ramos (Natalia Reyes), que está preocupada na empresa com a chegada das máquinas – essas, normais, da indústria. Quando um exterminador (Gabriel Luna) aparece para matá-la, Grace (Mackenzie Davis), uma humana “aprimorada”, surge para salvá-la, pois ela é importante para o futuro da humanidade. Claro que vai contar com a ajuda de Sarah Connor, já expert em exterminadores, para ajudá-la. A partir daí, a ação não para.

Um dos problemas é que o diretor Tim Miller, de “Deadpool”, já mostrou que não sabe dirigir cenas de ação – algo complicado quando o filme é… de ação. E isso enfraquece o longa, já que as cenas de ação são confusas, rápidas, com inúmeras câmeras lentas do vilão sendo agredido, rasgando a pele e regenerando, o que torna cansativo.

O roteiro escrito por David S. Goyer, Justin Rhodes e Billy Ray não traz novidade nenhuma para a franquia, repleto de clichês, com a história tendo sido criada por mais quatro pessoas, inclusive James Cameron. Alguns diálogos são sofríveis, com Sarah parecendo muitas vezes uma coach. A suposta surpresa do filme é tão óbvia, que até dá agonia a demora dessa “revelação”.

O destaque do filme fica apenas no reencontro de Sarah com o exterminador Schwarzenegger. Rever os dois juntos após quase 30 anos é o único charme do filme. Pena que o encontro seria muito mais emocionante caso fosse uma surpresa e não constasse no trailer.

Só espero que, dessa vez, não pensem em uma nova continuação. Para mim, a série vai continuar apenas com os dois primeiros filmes.

Review 0
5 /10
Avaliação
Leitores (0 votos) 0
O que as pessoas dizem sobre o filme... Deixe sua avaliação
Sort by:

Be the first to leave a review.

User Avatar
Verified
{{{ review.rating_title }}}
{{{review.rating_comment | nl2br}}}

Show more
{{ pageNumber+1 }}
Deixe sua avaliação

Your browser does not support images upload. Please choose a modern one

Jornalista que escreve sobre cultura, cinema, viagem e tecnologia no Bahia Social Vip. Contato: brunoporciuncula@gmail.com

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cinema

“Magnatas do Crime” ganha novo trailer violento

Publicado

em

Depois de “Aladdin”, o cineasta inglês Guy Ritchie (de “Snatch: Porcos e Diamantes” e“Jogos, Trapaças e Dois Canos Fumegantes”) retoma o gênero que o consagrou com “Magnatas do Crime” (The Gentlemen), seu mais novo filme que reúne Matthew McConaughey, Charlie Hunnam, Michelle Dockery, Colin Farrell, Hugh Grant, entre outros grandes nomes do cinema mundial. Com distribuição Paris Filmes e estreia nacional remarcada para 23 de abril.

Ambientado em Londres, “Magnatas do Crime” reforça o retorno de Ritchie às raízes criminosas. No segundo trailer da trama, a perseguição bélica dá o tom da produção, que reúne diferentes facções. O trailer ainda revela táticas de sobrevivência dos grupos.

Matthew McConaughey dá vida a Mickey Pearson, um expatriado americano que abre na cidade inglesa uma operação bem-sucedida de venda de maconha, carinhosamente chamada de “Maria Joana”. Quando se espalha a notícia de que ele está tentando lucrar com os negócios para sempre, isso desencadeia conspirações, esquemas, suborno e chantagem na tentativa de roubar seu império. Isso significa encontros hostis com o gângster (Henry Golding), troca de tiros e a narração expositiva de um sombrio Hugh Grant.

Continue Lendo

Cinema

Tom Cruise vive momentos de tensão em novo vídeo de “Top Gun: Maverick”

Publicado

em

Novas cenas de ‘Top Gun: Maverick’ foram lançadas nesta semana, durante o intervalo do Super Bowl, o evento de maior audiência da TV americana, e o vídeo deixou os fãs ainda mais curiosos para saber o rumo de Maverick. No material, Tom Cruise aparece em momentos de muita adrenalina e tensão dentro do cockpit.

Depois de mais de 30 anos servindo a marinha como um dos maiores pilotos de caça, Pete “Maverick” Mitchell (Tom Cruise) continua na ativa, se recusando a subir de patente e deixar de fazer o que mais gosta, que é voar. Enquanto ele treina um grupo de pilotos em formação para uma missão especial que nenhum “Top Gun” em vida jamais participou, ele encontra Bradley Bradshaw (Miles Teller), que tem o apelido de “Rooster”, o filho do falecido amigo de Maverick, o oficial Nick Bradshaw (Anthony Edwards), conhecido como “Goose”.

Enfrentando um futuro incerto e lidando com fantasmas de seu passado, Maverick confronta seus medos mais profundos em uma missão que exige sacrifícios extremos daqueles que serão escolhidos para executá-la.

Continue Lendo

Cinema

“Espiral – O Legado de Jogos Mortais” ganha trailer

Publicado

em

Nesta quarta-feira, 5 de fevereiro, a Lionsgate promoveu o lançamento mundial do primeiro teaser de “Espiral – O Legado de Jogos Mortais” (Spiral: From the Book of Saw), com estreia nos cinemas brasileiros prevista para o primeiro semestre de 2020 e distribuição Paris Filmes. Para conferir o vídeo com legendas em português, acesse: https://youtu.be/bCovmpxVpuA.

Criada em 2004, a franquia ganha reboot e volta às telonas após hiato de 2 anos, quando aconteceu o último lançamento: “Jogos Mortais: Jigsaw”. Dirigido por Darren Lynn Bousman, que já esteve à frente de “Jogos Mortais 2, 3 e 4”, “Espiral – O Legado de Jogos Mortais” apresenta em sua trama um novo e sádico mentor que desencadeia uma forma distorcida de justiça.

Com roteiro de Josh Stolberg e Pete Goldfinger, um novo e aterrorizante capítulo do universo dos Jogos Mortais reunirá um elenco de peso, que inclui Samuel L. Jackson como um respeitado veterano da polícia, Chris Rock como o impetuoso detetive Ezekiel “Zeke” Banks e Max Minghella, intérprete de um novato na polícia. Além de atuar, Chris Rock também assina a produção executiva do longa.

Iniciado com uma tomada panorâmica da cidade, ao som de “A Lot” do rapper 21 Savage,  o trailer recém-revelado expõe a parceria de Banks e sua dupla durante uma ronda, quando são acionados para atender uma ocorrência. Durante a investigação, é sinalizada uma perseguição a policiais e a icônica marca em espiral se destaca nas cenas do crime. Na pele do veterano da polícia, Samuel L. Jackson encerra o teaser incitando os jogos. “Você quer jogar, desgraçado?”. E uma sequência de armadilhas com instrumentos de tortura finalizam o teaser.

Continue Lendo

Mais lidas