Conecte com a gente

Literatura

Versão ilustrada de “Harry Potter e o Cálice de Fogo” chega às livrarias

Publicado

em

Depois de Harry Potter e a Pedra Filosofal e Harry Potter e a Câmara Secreta, Harry Potter e o prisioneiro de Azkaban, Harry Potter e o cálice de fogo, quarto volume da série do bruxo mais amado do mundo, ganha edição ilustrada. Com projeto gráfico sofisticado – capa dura, sobrecapa e miolo em papel cuchê – o livro traz o texto integral de J.K. Rowling acompanhado dos incríveis desenhos do premiado artista britânico Jim Kay, escolhido para recriar em imagens os sete livros da série.

Através dos olhos de Jim Kay, vamos voltar à Toca, acompanhar as velozes vassouras no Mundial de Quadribol, nos deparar com o retorno da Marca Negra no céu, vibrar com os desafios do Torneio Tribuxo e ficar frente a frente com Aquele-Que-Não-Deve-Ser-Nomeado. 

Usando tinta, lápis e pixels, o ilustrador recria o universo de J.K. Rowling com maestria, capturando a atmosfera do quarto livro da saga rumo a um território mais sombrio e dando vida a seres misteriosos e encantadores como Dragões e Sereianos, além dar vida a cenários vívidos no imaginário de qualquer leitor, como o emocionante Baile de inverno ou o labirinto que nos levará à taça do Torneio Tribruxo. 

Perfeitas para a legião de fãs da série de J.K. Rowling e para as novas gerações que estão descobrindo a leitura, as edições de Harry Potter ilustradas por Jim Kay ultrapassam fronteiras de gênero e idade e mantêm viva a magia do universo criado por J.K. Rowling.

Capa do livro Harry Potter e o cálice de fogo - Ilustrado
Autor: J.K. Rowling
Tradução: Lia Wyler
Ilustração: Jim Kay
Preço: R$ 189,90
464 pp. | 23×27,3 cm
ISBN: 978-85-325-3154-4
Assuntos: ilustrado, fantasia
Selo: Rocco


Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Literatura

“Rede de sussurros”, de Chandler Baker, aborda assédios no ambiente corporativo

Publicado

em

Piadas impróprias, interrupções, propostas inadequadas. Esses são apenas alguns absurdos que toda mulher já viveu ou testemunhou em sua vida profissional. A advogada Americana Chandler Baker se inspirou na própria experiência e na de algumas amigas para construir a narrativa de “Rede de sussurros”, seu primeiro livro lançado no Brasil, que conta a história de três amigas que precisam lidar com o assédio no ambiente de trabalho.

Sloane, Ardie e Gracie trabalham há anos em uma empresa de roupas esportivas. Juntas, elas já passaram por promoções desafiadoras, reuniões intermináveis, casamentos, maternidade e divórcios, sempre se ajudando em meio a todas as adversidades impostas pela política do escritório. Mas elas também guardam os próprios segredos e arrependimentos.

Quando o presidente da empresa morre de forma repentina, tudo indica que Ames, o chefe delas, será alçado à liderança da companhia. Ames sempre esteve cercado por “sussurros” a respeito do tratamento questionável que dispensa às subordinadas. Esses sussurros vinham sendo ignorados, varridos para debaixo do tapete e acobertados por todos.

Depois de descobrirem que ele assediou uma nova funcionária, as três decidem falar e isso provoca uma mudança catastrófica no escritório. Mentiras serão reveladas, segredos serão expostos e nem todo mundo sobreviverá. Suas vidas — como mulheres, colegas, mães, esposas, amigas e até adversárias — estão prestes a mudar drasticamente.

Inspirado pelo movimento #MeToo, que expôs casos de assédio principalmente na indústria cinematográfica, Rede de sussurros é um thriller feminista que mescla em seu enredo transcrições de depoimentos e interrogatórios ficcionais dos casos contados no livro e encoraja as mulheres a se manifestarem. A obra, que convoca os leitores para as discussões sobre o assédio dentro e fora do ambiente corporativo, mostra que quando muitas vozes se unem, a mensagem ecoa de forma ensurdecedora e a mudança precisa acontecer.

Tradução: Marina Vargas
Editora: Intrínseca
384 páginas
Impresso: R$ 49,90
E-book: R$ 34,90

Continue Lendo

Literatura

“Tim Cook: o gênio que mudou o futuro da Apple” chega às livrarias brasileiras

Publicado

em

No primeiro semestre de 2009, Steve Jobs anunciou que ficaria afastado por tempo indeterminado do comando da Apple para cuidar da saúde. O escolhido para ocupar a cadeira de CEO interino da companhia foi Tim Cook, um executivo com temperamento discreto, que naquela ocasião ocupava o cargo de diretor de operações da empresa. Quando Jobs morreu, dois anos depois, em decorrência de um câncer no pâncreas, Cook acabou assumindo a enorme responsabilidade de substituir aquele que não só era o fundador, mas também o rosto de uma das maiores marcas do planeta.

Lançado em abril de 2019 nos Estados Unidos, “Tim Cook: o gênio que mudou o futuro da Apple” — a primeira biografia do sucessor do todo-poderoso Steve Jobs — chega ao Brasil pela Intrínseca. Para escrevê-la, o jornalista Leander Kahney mergulha na impressionante trajetória do executivo que fez carreira na IBM e que, ao longo de oito anos no novo cargo de CEO da Apple, conseguiu fazer as ações da companhia triplicarem: em 2018, a multinacional foi a primeira empresa no mundo a atingir a marca de US$ 1 trilhão em valor de mercado.

Entre embates com o governo, denúncias de péssimas condições de trabalho e críticas que iam da falta de inovação à irresponsabilidade ecológica, Cook enfrentou desafios que, para outros, poderiam ter parecido grandes demais. Sob seu comando, a Apple abriu caminho para iniciativas ambientais e políticas de diversidade, além de ter se tornado um exemplo no ramo tecnológico no que diz respeito à privacidade.

Em uma das passagens mais marcantes, o autor narra os bastidores de uma famosa polêmica com o FBI. Em 2016, a empresa foi intimada a criar um software capaz de desbloquear um iPhone usado por um suspeito do massacre de San Bernardino, ocorrido em 2015. A Apple se recusou a atender a exigência, por acreditar que isso colocaria em risco a segurança de centenas de milhões de usuários.

A biografia apresenta pela primeira vez uma visão completa dos anos Cook na Apple — de sua contratação ainda jovem para o setor de operações até os desafios como CEO. Recheada de bastidores e entrevistas com nomes que ajudaram a moldar a empresa como ela é hoje, traz um panorama das mudanças e dos novos rumos traçados por Cook enquanto tenta alcançar seu ideal: fazer da Apple — e do mundo — um lugar melhor.

Tradução: Donaldson M. Garschagen e Renata Guerra
Editora: Intrínseca
336 páginas
Impresso: R$ 49,90
E-book: R$ 34,90

Continue Lendo

Literatura

Primavera Editorial vai publicar “Estresse e Ansiedade”, de Lisa Damour

Publicado

em

A Primavera Editorial anuncia a publicação de Under pressure – Confronting the Epidemic of Stress and Anxiety in Girls, obra da PhD em Psicologia, Lisa Damour. Colunista do The New York Times e colaboradora regular da CBS News, a especialista percorre os Estados Unidos com palestras nas quais alerta pais e educadores para a epidemia de ansiedade e estresse que tem acometido, sobretudo as meninas. No Brasil, o livro será publicado no mês de outubro sob o título Estresse e Ansiedade: Encarando a epidemia nas garotas.

Segundo Lu Magalhães, presidente da Primavera Editorial, o livro é um guia para refletir, discutir e encarar o crescente aumento da ansiedade e estresse entre as jovens meninas. “Embora esses dois quadros tenham aumentado significativamente entre adolescentes de ambos gêneros, os estudos apontam que a incidência é maior entre meninas. E isso em todo o mundo”, salienta, acrescentando que esse é o primeiro livro da autora a ser publicado no Brasil.

Baseada nas experiências como psicóloga clínica e especialista em desenvolvimento de adolescentes, a PhD e autora de Estresse e Ansiedade: Encarando a epidemia nas garotas, apresenta soluções práticas – apoiadas em pesquisas e em uma linguagem acessível – para abordar assuntos que podem ser causadores do estresse e ansiedade entre as garotas.

Divido em cinco grandes áreas – Lidando com o estresse e a ansiedade; Garotas em casa; Garotas com garotas; Garotas com garotos; Garotas na escola; e Garotas em nossa cultura –, a obra é destinada a pais, familiares, responsáveis e educadores. A proposta é fornecer insumos suficientes para que adultos consigam refletir e conversar, de igual para igual, com meninas que estão vivenciando o desafio de lidar com quadros de ansiedade e estresse.

Continue Lendo

Mais lidas